terça-feira, 24 de abril de 2018

25 de abril

A madrugada de Abril

E o barco da liberdade chegou ao porto naquela madrugada de abril. O tempo estava calmo. Ela desembarcou serenamente e aos poucos instalou-se em todo o porto.
A caminho vinha também a democracia. Todos esperavam por ela no porto silencioso. Não houve tumultos. Não houve correrias. Apenas os curiosos e os mais conservadores regiram a esse desembarque. Não troaram os canhões, não dispararam as armas. O povo estava pacífico.
           Pelas ruas que iam dar ao porto, distribuíram-se simbolicamente cravos em nome desse desembarque histórico. Os homens fardados distribuíam sorrisos e faziam gestos de vitória. Nas armas silenciosas, viam-se os cravos que alguém lá tinha posto em nome da liberdade.

Junto ao porto, à beira mar, muitos celebraram a chegada dos novos embaixadores. Os carros de combate simplesmente serviam de decoro na praça imensa. Não houve intimidações. Apenas abraços e vivas de vitória em nome de Portugal. Em nome dos portugueses livres finalmente.
Naquele dia de abril, ancorou a liberdade e a democracia no porto português.

                        Professor Luís Ferreira
(imagem

sábado, 14 de abril de 2018

Aprender com a Biblioteca Escolar

O presente trabalho, da responsabilidade dos alunos do 11.ºA, francês continuação, e da docente Madalena Rodrigues, foi realizado em parceria com a biblioteca escolar no âmbito do referencial “Aprender com a Biblioteca Escolar”.
A 1.ª parte consistiu na elaboração de um inquérito sobre a utilização dos média e do digital e posterior aplicação aos alunos da escola sede.
A 2.ª parte consiste na apresentação dos resultados do inquérito aplicado, na ferramenta Glogster(em francês) e em documento Word (Português).





Análise do Inquérito:
      Responderam a este inquérito 230 alunos com idades compreendidas entre os 10 e 18 anos de idade. 90% dos inquiridos afirmou ter acesso à internet em casa e 94,3% possuir telemóvel. Relativamente à utilização da internet, verifica-se que 67,8% dos inquiridos a utiliza todos os dias, 21,7% alguns dias por semana e apenas 10,4% aos fins de semana. Os alunos que mais horas passam na internet situam-se na faixa etária dos 13 aos 15, mas o número de alunos que utilizam a internet mais de duas horas por dia é de 41,7%. Esta utilização é feita maioritariamente nas redes sociais (33,5%), vídeos, música (33%), jogos (13,5%), pesquisa (10,9%), para estudo (7,8%) e apenas 1,3% para informação.
      No que diz respeito às redes sociais, 68,3% mentiu sobre a sua idade quando criou a sua primeira rede social. Apenas 8,3% dos inquiridos afirmou não possuir redes sociais. As redes mais utilizadas são Instagram (61,7%) e Facebook (25,2%). Destaca-se ainda o facto de 35,6% dos alunos referirem colocar fotografias nas redes sociais, 14,3% terem já sido insultados online e 9,6% terem por hábito falar com pessoas que não conhecem.
      Quanto à utilização dos média 60% dos inquiridos afirma que a internet é o melhor meio para aprender, , mas apenas 23% a consideram fiável. A televisão é considerada o meio mais fiável, 40%, mas apenas 22,2% a consideram importante para aprender. Os jornais e as revistas são considerados o 2.º meio mais fiável, mas apenas 16,5% os julgam relevantes para a aprendizagem. A rádio aparece sempre em último lugar das escolhas dos alunos.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Livros do mês


NUNO MATOS VALENTE
 BESTIÁRIO TRADICIONAL PORTUGUÊS

Esqueçam o Halloween, os Vampiros, os Trolls e o Pai Natal. Neste livro, só se fala de criaturas portuguesas. Quem são as Moiras Encantadas? Onde vivem? O que faz a Maria Gancha no fundo do poço e os Maruxinhos nas ruínas do castelo? Aquele som lá ao longe, na encruzilhada, será um Lobisomem ou um Tardo?
EXCERTO

“Quando uma criança se abeira do poço, a Maria Gancha lança-lhe os ganchos ao pescoço, arrastando-a consigo para o fundo.”
Relata-se ainda o seu procedimento perante o lançamento de uma pedra ao poço: “Ao ser incomodada pelo impacto da pedra, a Gancha desperta, trepa rapidamente pela corda do poço e lança-se à pessoa sem piedade.”







POESIA DE FERNANDO PESSOA PARA TODOS
Esta é uma primeira antologia da poesia de Fernando Pessoa que se pretende ao alcance de todos: crianças e adultos. Nela se reúnem não só os poucos e por vezes divertidos poemas que escreveu para crianças, mas também outros cuja leitura é acessível aos mais jovens.

EXCERTO
Do seu longínquo reino cor-de-rosa,

Voando pela noite silenciosa,
A fada das crianças vem, luzindo.
Papoulas a coroam, e, cobrindo
Seu corpo todo, a tornam misteriosa.

À criança que dorme chega leve,
E, pondo-lhe na fronte a mão de neve,
Os seus cabelos de ouro acaricia –
E sonhos lindos, como ninguém teve,
A sentir a criança principia.
(…)


quarta-feira, 21 de março de 2018

Semana da Leitura 2


Hoje, continuámos com as atividades.
Durante a manhã Fake News na BE, em português e inglês. Será que sabemos identificar se uma notícia, um site são fidedignos? Será que toda a informação que se encontra na internet é credível?
À tarde, mais leituras em família, no primeiro ciclo.
Deixamos aqui uma pequena amostra do dia de hoje.




terça-feira, 20 de março de 2018

Semana da Leitura

Iniciámos ontem a SEMANA DA LEITURA com atividades na Biblioteca e em sala de aula. Do filme "Alice no País das Maravilhas", passámos para "Postais para Personagens Especiais". Hoje, continuámos. Sob o tema 5 livros 5 filmes - esteve em cartaz "As Vantagens de Ser Invisível". Durante a tarde "Flash Mob da Leitura", com uma apresentação musicada de Camões e "Os Lusíadas".
Pelo 1.ºciclo, têm sido as famílias os heróis das histórias. Também estão a fazer história as caixas mistério em todas as salas, cujo conteúdos será revelado mais tarde.
Hoje, deixamos aqui um breve vídeo destas atividades.

Semana da Leitura


domingo, 11 de março de 2018

Afetos

No âmbito da Semana dos Afetos a BE dinamizou algumas atividades em todas as escolas do Pré-escolar e 1.º ciclo do Agrupamento. Foi feita a leitura de duas histórias: "Vamos Fazer Amigos?", "Quanto vale a amizade?". Em todas as escolas os alunos pintaram e escreveram mensagens de amizade, respeito e carinho, para construir um cordão de AFETOS. Finalmente, na EB1, decorámos as escadas com palavras para todos recordarem.


Semana dos Afetos


quinta-feira, 8 de março de 2018

Dia Internacional da Mulher

De modo a assinalar este dia, a biblioteca dedica este poema, da autoria de Graça Martins, a todas as MULHERES.



A Mulher…

Porque se celebra o Dia da Mulher?
Para chamar a atenção da sua dignidade
E mostrar que não é uma coisa qualquer.
Perceber o seu papel na sociedade,
Contestar e rever preconceitos
E limitações,
E fazer com que ela tenha todas as condições.
A mulher mãe
A mulher esposa
A mulher no mundo
Sabe afirmar-se
Como um ser completo e total
E exprimir os seus ideais.

Graça Martins